… para compartilhar mais do que lágrimas

Espetáculo de Dança / Dance piece – 2010

Núcleo Fronteiras

… e para compartilhar mais do que lágrimas ? (English below) 

Segunda parte do díptico “lar”, do Núcleo Fronteiras.  Das minhas tuas lágrimas, para os nossos limites, contornos, FRONTEIRAS. Qual o teu limite? Qual o meucontorno? Quais os nossos desejos? O que nos une e nos move? O que é meu é teu? O que é teu é meu?  Existe algoNOSSO ? Como com-partir?  O que con-sentimos?

Entre, a casa está aberta. O público é convidado a passear, bisbilhotar. Assim, a questão “como viver junto?” incorpora a relação performers-público, que é convidado a compartilhar essa intimidade.  Não há mais separação entre técnicos, intérpretes, publico.  Qual o nosso fronte: coletivo e individual?

…and to share more than tears? 

Second part of the diptych “home”,by Núcleo Fronteiras Cie. From my tears, to our limits, contours, BORDERS. What’s your limit? What are our wishes? What binds us together and moves us? What is mine is yours? What is yours is mine? Is there anything? How to start? How do we feel? Come in, the house is open. The public is invited to walk, snoop aroundis invited and share this intimacy. “How to live together?”. The performance  incorporates the public-performers relationship. There is no longer a separation between technicians and interpreters.How to combine possessive pronouns? What is our front: collective and individual?

PRÊMIOS E EDITAIS  /  Incentives and Awards

PROAC  Novas Produções em Dança da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo 2009

Concepção Idea: Mariana Vaz e Tomás Rezende Direção Directing: Gisele Calazans  Intérpretes-criadores Performing and creation:  José Silveira, Larissa Salgado, Mariana Vaz e Tomás Rezende Elaboração de projeto e coordenação de produção Project architecture and production cordenation: Mariana Vaz – PAROLE Produção Figurinos: Núcleo Fronteiras

 

Anúncios