POLEIRO / PERCH

Instalação interativa / Interactive installation – 2014

POLEIRO (English below)

A instalação inspira-se nos pássaros que se empoleram nos fios de eletricidade. Aves migratórias fazem dos fios seu novo habitat e ali realizam sua dança lenta, continua, tediosa e bela   O corredor da lanchonete do Sesi Piracicaba recebe balanços que pendem, afixados à estrutura do espaço de convivência da unidade. Materiais como madeira e fio de aço esculpem o espaço e reconfiguram o ambiente. A instalação remete ao voar e ao brincar. Ao mesmo tempo, balanços lado a lado lembram poleiros de uma grande gaiola. Há certo desconforto, instabilidade e tensão física. Quem resistirá à tentação de se experimentar pássaro e alçar voos curtos ou longos e de elaborar um novo olhar por adereços inusitados? Cada um dos participantes poderia ser um pássaro nos poleiros da grande cidade – ou grande gaiola?

EXPOSIÇÃO

Corredor da Lanchonete, SESI Piracicaba, SP – De 1o de abril a 4 de julho de 2014.

EDITAIS E PRÊMIOS 

Ocupação Artística no Sesi-SP – 2013

PERCH

This interactive installation is inspired by the birds that perch on the electricity wires. Migratory birds make the wires their new habitat. Hanging there, they carry out their slow, continuous, tedious and beautiful dance. The corridor of the SESI Piracicaba cafeteria, an space of coexistence, receives swings that hang, attached to its ceiling structure. Materials such as wood and steel wire sculpt space and reconfigure the environment.

The installation refers to flying and playing. Who will resist the temptation to experiment being a bird and try short or long flights? At the same time, side-by-side swings resemble perches of a large cage. There is a certain amount of discomfort, instability and physical tension in swinging. Could each participant be a bird on the perches of the great city – or great cage?

EXHIBITION

corridor of the cafeteria, SESI Piracicaba, SP (BR) –  2’Apr to 31’Jul 2014

AWARDS AND INCENTIVES

Artistic Occupation at SESI-SP – 2013

IDEA E COORD.GERAL Mariana Vaz  CONCEPT AND GENERAL COORDINATION

ARQUITETO E CENÓGRAFO José Silveira ARCHITETURE AND SCENOGRAPHIE

PRODUÇÃO Parole Produção e Criação EXECUTIVE PRODUCTION 

SÉRIE CARTOCOREOGRÁFICA

Performance | 2014     (Núcleo TRÍADE)

SÉRIE CARTOCOREOGRÁFICA  (English below) 

Por meio de ação performática, a SÉRIE discute e questiona a construção, ocupação e modo-de-vida na cidade: os usos e os fluxos de um território – sua “coreografia cotidiana” – são mapeados, nomeados e “rotulados”. As performances desdobram-se na ação de cartografar, bem como no “ser cartografado”. Nas ações, interage-se com o espaço e com os que usam, ocupam-no. Com fitas adesivas e canetas pilotos, imprime-se rastro do/no espaço vivo: ações cotidianas e corriqueiras como o sentar e esperar, falar ao telefone, engraxar, vender, comprar, conversar, ler, entre outras, ganham – literalmente – um contorno delineado em fita adesiva e um nome ou legenda. Por meio das divisões e organizações plásticas delineadas, novas coreografias do tecido urbano ganham visibilidade, construindo uma instalação das “coreografias ordinário de todo dia”.

SÉRIE CARTOCOREOGRÁFICA

Through performative action, SÉRIE CARTOCOREOGRÁFICA discusses and questions the construction, occupation and way of living in the city: the uses and flows of a territory – its “everyday choreography” – are mapped, named and “labeled”. The performances unfold into the actions involving the mapping, as well as the “being mapped”. In the actions, participants interact with the space and with those who use it, occupy it. With adhesive tapes and markers, the footprints left by and on the living space will be traced: daily and mundane actions such as sitting and waiting, talking on the phone, shoe shining, selling, buying, chatting, reading, among others, gain – literally – an outline marked in tape and a name or label. Through the outlined divisions and plastic settlings, new urban choreographies gain visibility, resulting in an installation of “daily routine choreographies”.

2017

  • Sesc Parque D. Pedro –  São Paulo, BR
  • Sesc Itaquera – São Paulo, BR

2016

  • “Modos de Existir” event – Sesc Santo Amaro – SP, BR

2015

  • Galeria Olido – São Paulo, BR
  • Mostra do Fomento à Dança, Centro Cultural da Penha – São Paulo, BR

2014

  • performáticos_inquietos_radicais, Sesc Belenzinho – São Paulo, BR
  • Sesc Bauru – Bauru, BR
  • Cidade Ocupada – Sesc Campinas, Campinas, BR
  • Circuito Cultural Paulista
    • Teodoro Sampaio, BR
    • Votuporanga, BR
    • Brodowski, BR
    • Presidente Veceslau, BR
    • Presidente Epitácio, BR

 

Coordenação/ Coordination : Mariana Vaz e Adriana Macul

Criação/ Creation: Adriana Macul, Carolina Nóbrega, Laura Bruno e Mariana Vaz

 

TRÍADE MÓBILE

Performance + Intervenção urbana /Urban Intervention + Workshops 

Núcleo TRÍADE – 2013

Este slideshow necessita de JavaScript.

TRIADE MÓBILE (English below)

MÓBILES” são intervenções performáticas-coreográficas de curta duração criadas para um território específico, a partir da pergunta-provocação “como ocupo a cidade?”. São formulados a partir de laboratório público, no qual TRÍADE – com auxílio de arquiteto-urbanista – compartilha com interessados seu método para formular ações site specific [coletar – fiar – tecer].

TRIADE Móbile une intrinsecamente atividades de criação site specific, formação e ação cultural. O laboratório é território profícuo e efervescente: espaço para trocar ideias, compartilhar referências, dividir questões, pesquisar formatos e iniciar novas explorações. Nos diversas edições de MÓBILE, artistas das artes cênicas e visuais, arquitetos, estudantes de dança, teatro e artes visuais, professores de ensino fundamental e ensino médio, e outros interessados, trocaram ideias, compartilharam referências e questões , iniciaram novas explorações a partir da provocação inicial. Finalmente, novas intervenções coreográficas site specific foram criadas, lapidadas e realizadas .

TRÍADE MÓBILE

“MÓBILES” are short performative-choreographic interventions created for a specific territory, based on the provocation-question “how do I occupy the city?”. The interventions are formulated based on a PUBLIC LABORATORY, in which TRIADE – with the aid of an architect-urbanist – shares its method to formulate site specific performative actions [collect – spin – weave].

TRIADE MÓBILE intrinsically unites creation activity and site specific circulation, as well as cultural training and action. The laboratory is a fruitful and effervescent territory: a space to exchange ideas, share referrals, voice issues, research formats and initiate new creations.

Edições/ Editions:

2013

  • Ocupação Caixa Cultural Recife – Recife , BR
  • Semanas de Dança 2013 , Centro Cultural São Paulo -São Paulo, BR
  • Ocupação Caixa Cultural Rio de Janeiro – Rio de Janeiro, BR

2014

  • 7a performáticos_inquietos_radicais, Sesc Belenzinho – São Paulo, BR
  • Sesc Sorocaba – São Paulo, BR

PRÊMIOS / AWARDS:

Ocupação da Caixa Cultural 2012

 

Coordenação, Idealização e Produção /  Idea, Coordination and Production: Mariana Vaz e Adriana Macul

Laboratório Workshop: Adriana Macul, Carolina Nóbrega, Laura Bruno e Mariana Vaz